Menu

Blog

Dicas e passos para ter um site profissional

Você quer que sua empresa cresça e seja referência no seu segmento?

O primeiro passo para esta conquista é possuir um site com domínio próprio, seja para exibir produtos ou serviços.

Um website é indispensável atualmente, pois, segundo a ONU, 51,2% da população mundial (o equivalente a 3,9 bilhões de pessoas) utilizam a internet.

Mesmo que você já tenha um site, você sabe se ele é otimizado para SEO ou se ele é responsivo de acordo com o tamanho da tela de acesso do usuário?

Se você procura melhorar seu site e torná-lo referência no setor em que sua empresa atua, acompanhe agora, nove dicas de desenvolvimento web:

 

  1. O problema com Plataformas de Construção de Sites

Muitos acham que a maneira mais simples de começar um site é comprando templates através de plataformas, que utilizam as ferramentas do tipo “drag and drop” (arrastar e soltar), mas há vários problemas com eles. Enquanto um site feito sob demanda por profissionais pode ser, por exemplo, responsivo, um template está preso aos mesmos modelos, correndo até o risco de este ser encontrado em outros sites pela internet.

Outro problema é que ele é difícil de ser otimizado para SEO (Search Engine Optimization) e apenas artigos com palavras-chaves não é o suficiente para ranqueá-lo. Toda a página precisa conter linhas-guia específicas que contenham informações em locais estratégicos para melhor indexação das ferramentas de pesquisa.

Mas a maior armadilha que uma plataforma de construção de site pode oferecer para seu negócio, é que as funções do site são pré-definidas, ou seja, o template não poderá ser atualizado conforme suas necessidades.

 

  1. Vantagens de um site customizável

Com um site customizável (diferente dos desenvolvidos dentro de plataformas de construção de sites) pode-se aplicar qualquer função desejada. Não há limite para a presença online da sua empresa.

Os ajustes podem mudar facilmente já que o time desenvolvedor possuirá os códigos, além da qualidade da segurança. A construção do zero permite que a experiência do usuário seja aprimorada através de modificações como configuração, disposição das páginas, tempo de resposta e botões.

Dessa forma, seu site será uma ferramenta e crescerá com a empresa. Para o site se adaptar as atualizações, um web developer pode instalar tecnologias que acompanham novas ideias.

 

  1. Foque na Experiência do Usuário (UX)

Não importa o quão bonito seja seu site, se ele não é fácil de usar, provavelmente os usuários não voltarão.

O negócio mais afetado pela UX são os e-commerces, erros como fotos de produtos em baixa resolução, dificuldade no cálculo de frete ou informações confusas fazem um cliente correr.

Mas a UX não é somente a parte visual, se o seu cliente não tem uma boa experiência com atendimento, pós-vendas ou uso do produto, isso também prejudica a reputação da empresa. Por isso deve-se concentrar esforços para aprimorar esta técnica.

 

  1. Secure Socket Layer (SSL)

SSL é um sistema de encriptação que protege a privacidade de dados trocados entre o cliente e site.

Se você tem um e-commerce, os clientes querem saber se é seguro comprar com cartão. Tenha SSL se ainda não possui. Se tem, deixe que seus compradores saibam. Esta tática é válida para qualquer outra forma usada para proteção de dados.

 

5.Facilidade de uso e navegação

Se as pessoas não acham, elas não compram. Mantenha seu site nítido, limpo e fácil de navegar.
Estude seu tráfego e padrões de uso para ajustar o site a mostrar aquilo que os visitantes mais acessam.
Você deve estudar seu banco de dados para saber se há tendências e tomar decisões que otimizem o uso.
Outra maneira de mensurar dados são botões e sinais para os consumidores agirem, seja um “fale com um consultor” ou “assine nossa newsletter”. Isso é algo que muitas páginas não têm ou não apresentam as CTAs (calls to action) de forma clara. É através dos CTAs que se compreende melhor o comportamento do usuário.

Se você tem alguma audiência cativa, esse é o momento de fidelizá-la.

 

  1. O quão único é a sua empresa? Defina sua estratégia

Responda à questão “Quem é você?” da forma mais interessante (e honesta) possível. Isso inclui escrever em sua BIO, a expertise, anos de experiência e qualquer atributo único ou detalhes que te destaque de outros.

Você precisa responder para si mesmo: O que é único em meu negócio? Por que as pessoas devem comprar de mim?

Isto é o que falta em muitos sites corporativos porque ainda não pensaram na estratégia necessária para descobrir isso. Seja conciso também, não escreva uma novela.

É incrível quantos sites você visita e não tem certeza do que eles oferecem.
A prioridade na página inicial é ao menos uma visão geral sobre os produtos ou serviços, com link específico para a página de compras ou informações.

As informações principais podem ser mostradas em páginas FAQ (perguntas frequentes), “frete” ou “contato”. Sempre atualize os dados e seja acessível: tenha e-mail, página de Facebook ou WhatsApp.

Além disso, um bom site, deve possuir hierarquia nas informações, ou seja, é necessário organizar e priorizar o seu conteúdo, com o intuito de comunicar bem a mensagem ao público.

 

  1. Validação de terceiros

Aqui seja criativo, pegue depoimentos de clientes, estudos de caso, prêmios e reconhecimento, recortes de notícias positivas e afins.

Os visitantes (e potenciais clientes) querem saber com quem você negocia e o que os fregueses têm a dizer de suas experiências. Tais itens forjam os fundamentos da confiança.

Incentive feedbacks sobre produtos, serviços e o website em geral colocando uma forma de contato, como formulários ou links para e-mail. Considere também algum incentivo para as pessoas darem opiniões, como prêmios ou descontos.

 

  1. Possibilidade de ofertas especiais e personalização

Personalizando uma venda com oferta especial, incentivo ou cupom, você sai na frente da concorrência.
Isso é tão cativante para o cliente quanto escrever uma nota de “obrigado”, oferecer embrulho para presente ou frete grátis.

Tenha um toque personalizado, é uma vantagem que seu negócio pode ter a partir de hoje e que é um ponto de partida forte para sua empresa ser destaque.

 

  1. E agora? Chegou a hora de melhorar ou construir meu site

Você chegou na parte final do nosso conteúdo e deve estar se perguntando quem é o profissional ideal para construir um site, então vamos esclarecer algumas coisas.

Há o desenvolvedor web e o web designer. A diferença entre eles é que o primeiro realmente desenvolve o site, ele planeja, constrói e realiza a manutenção da plataforma.

O desenvolvedor pode desempenhar papéis em duas funções principais: front-end, que cuida da parte gráfica, desde a experiência do usuário até menus, rodapés e outras informações.

A segunda área é o back-end, responsável pelo tráfego de dados entre o site e a hospedagem. Esta área também garante a segurança de dados.

Apesar das profissões de desenvolvedor e web designer serem confundidas, cada profissional desempenha papéis diferentes na construção de um site.

Um web designer é responsável somente pela parte visual, ele não trabalha com os códigos, sua especialidade é identidade visual e teoria das cores.

Se você procura por responsáveis preparados e capacitados para construir seu site, entre em contato conosco, podemos realizar uma avaliação gratuita e rápida em sua plataforma para um feedback sobre possíveis melhorias.

Qual das dicas você mais gostou? E qual vai colocar em prática hoje mesmo?

Deixe um comentário